terça-feira, janeiro 25, 2011

Mudanças

Pois é, chegou a hora de mudar de casa. Agora estamos no Sapo. Para comemorar aqui fica um Jeep verde com o sapo:


domingo, dezembro 27, 2009

Only in a Jeep...Wrangler JK!!!!!

Jeep GC SRT8 vs Porsche Cayenne Turbo


AQUI como um Jeep Grand Cherokee SRT8 dá uma valente tareia a um Porsche Cayenne Turbo. Uma grande surpresa (para quem não conhece os V8 americanos...).

sexta-feira, dezembro 25, 2009

New Jeep Grand Cherokee

Aqui está o novo Jeep Grand Cherokee com lançamento previsto em Portugal no início de 2011, motor 3.0 CRD (pode ser que, mais tarde, seja lançado com um motor Fiat de menor cilindrada - 2.2 JTD).

Quanto a preços, a manter-se o actual IA, podemos contar com o Limited a €62.000. Mais tarde, talvez 2013, pode vir a ser lançada uma versão limited plus com 7 lugares e um pouco mais comprido -para substituir, definitivamente, o Jeep Commander.


domingo, outubro 04, 2009

quarta-feira, agosto 26, 2009

Jeep Adventure Portugal


Por fim, caros Jeepeiros, a Jeep-Portugal organiza qualquer coisa para todos nós, entusiastas e proprietários de Jipes da marca:

Jeep Adventure - 1º Concentração Jeep Portugal - 3 de Outubro 2209, Gerês




Aqui vai a informação, retirada DAQUI:





"JEEP ADVENTURE" 2009

· “JEEP ADVENTURE”: Primeira concentração Jeep em Portugal
· Evento exclusivo para clientes da marca Jeep
· Valores da marca JEEP como, Aventura, Liberdade, Natureza, Todo-o-Terreno vão estar presentes no evento “JEEP ADVENTURE”

Desde 1941 que a marca Jeep – com o Willys MB – vem sendo uma marca de destaque resultando nos mais de 65 anos de liderança nos lendários 4x4.
No mercado nacional a marca apresentou-se em 1998, apresentando um histórico duradouro e de qualidade mantendo sempre os valores, liberdade, aventura, natureza e capacidades de todo-o-terreno como referência em qualquer modelo da marca Jeep.
O já famoso Jeep Wrangler mostrou-se ao mercado nacional em 2007 com o primeiro motor a diesel com duas versões Pick-Up, de 2 e 4 portas. A marca Jeep aliada ao novo modelo Wrangler tem vindo a confirmar a sua posição de referência nos 4x4.
A marca Jeep em 2009 decidiu apostar em aprofundar a relação com os seus clientes criando o evento “JEEP ADVENTURE”.
O “JEEP ADVENTURE”, será um evento exclusivo para clientes JEEP que terá lugar na zona da Serra do Gerês no dia 3 de Outubro. Os participantes terão a oportunidade de partilhar os diferentes valores da marca, conviver num ambiente de natureza mas também de todo-o-terreno, e principalmente experimentar diferentes pistas fora de estrada.
Para participar os clientes Jeep terão que dirigir-se a um concessionário oficial da marca Jeep e inscreverem-se no “JEEP ADVENTURE”.
O evento “JEEP ADVENTURE” criado pela marca Jeep em Portugal assenta em ideais e valores que se identificam com a marca desde a sua génese.
Valores ligados à natureza, aventura, liberdade, diversão, ar livre vão estar presentes ao longo de todo o evento oferecendo aos seus participantes a oportunidade de desfrutar não só dos trilhos do Gerês mas principalmente de todo o ambiente JEEP.
O evento terá como objectivo proporcionar um dia somente JEEP, em que todos os participantes poderão experimentar os seus JEEPs, desfrutar de um ambiente de natureza e de fantásticas paisagens e aprofundar a relação com a própria marca
".




Por último: A inscrição custa €60 (a descontar na próxima visita na oficina) e pode ser feita em qualquer oficina oficial da Jeep.




domingo, agosto 09, 2009

Jeep Grand Cherokee 2011 - o filme:

Jeep - Acontece aos melhores...

Jeep Bike:

Via site brasileiro de bicicletas (ESTE):


"Os fãs da marca norte-americana Jeep já podem contar com uma linha de bikes off-road agora também no Brasil.

A marca Jeep existe desde 1941 e sempre foi sinônimo de robustez e versatilidade. Na Segunda Guerra Mundial os norte-americanos precisavam de um veículo que fosse confiável, resistente e que encarasse qualquer terreno, ou seja, que tivesse uma aplicação geral, daí o nome em inglês "General Purpose", ou simplesmente GP, que em inglês pronuncia-se "Jee Pee".

Hoje a marca Jeep pertence ao grupo internacional Daimler-Chrysler, uma junção da norte-americana Chrysler com a alemã Daimler Benz. As bikes Jeep são produzidas há mais de três anos e fazem um enorme sucesso no mercado norte-americano de mountain bikes.

O maior destaque da linha 2003 é o modelo full-suspension Rubicon AWD, que é a primeira mountain bike do mundo a ter tração nas duas rodas. A patente da invenção pertence à Jeep. Além da tração total, a Rubicon AWD tem suspensão nas duas rodas, freios a disco hidráulicos e 27 marchas, para vencer qualquer obstáculo.

RUBICON AWD

Este é o primeiro modelo de mountain bike do mundo a usar um sistema AWD (all wheel drive), ou seja, tração em todas as rodas. Um exclusivo sistema de eixo-cardã capta o movimento da roda traseira por meio de um jogo de engrenagens, como nos diferenciais de automóveis com tração traseira.

O movimento é então transmitido pelo eixo-cardã, que passa pelo interior dos tubos do quadro até chegar em uma caixa de transferência embutida no tubo da coluna de direção.

Com um simples toque em um botão no guidão, o ciclista pode acionar a tração total mesmo com a bike em movimento.

O sistema é sofisticado ao ponto de entrar em funcionamento apenas quando houver perda de tração na roda traseira.Ao menor deslize da roda traseira, aciona automaticamente a tração dianteira. Show de bola!

A tração nas duas rodas é muito útil em terrenos lamacentos, pedregosos e especialmente em subidas íngremes, onde toda tração produzida pelo ciclista é fundamental.

A Jeep afirma que o sistema requer baixíssima manutenção. Em dois anos de utilização em testes, todo o sistema de transferência de tração precisou de menos manutenção que a corrente, coroa e o cassete.

O sistema de tração total é facilmente desmontável em apenas 10 minutos de trabalho e acrescenta apenas pouco mais de um quilo à bike.

Os demais componentes da Rubicon AWD são de muito boa procedência com um mix de grupo de câmbio Shimano XT (câmbio dianteiro e traseiro e cubo traseiro), mudadores de marcha Shimano Deore, freios a disco hidráulicos Anchor na dianteira e traseira e pedivelas Truvativ.

A suspensão traseira é da marca DNM a ar, regulável e com trava, com 4 polegadas de curso. Na dianteira o amortecedor é Monroe, by White Bros, com um curso de 100mm.

O modelo Rubicon AWD é disponível nas cores ouro e prata. O preço nos Estados Unidos é de US$ 3 mil.

COMANCHE SAHARA

Esta econômica full suspension tem câmbio Shimano Altus, de 21 marchas, com Mega Range, para vencer qualquer obstáculo.

O amortecedor dianteiro tem 65 mm de curso. Os trocadores de marcha ficam no punho, para maior conforto e praticidade.

LIBERTY LIMITED

Para ciclistas mais exigentes, o modelo Liberty Limited tem freios a discos em ambas as rodas. O amortecedor traseiro DNM é a ar e mola, já a suspensão dianteira é uma Monroe com 80mm de curso.

O câmbio e os trocadores de marcha são Shimano Deore de 27 marchas. Disponível nas cores cinza e marrom.

CHEROKEE CLASSIC

Para os fãs do free ride, esta bike, com sua suspensão Monroe ajustável de 100mm, é o objeto de desejo número 1.

Na traseira um amortecedor DNM a óleo e ar fica posicionado na vertical. Os câmbios e os mudadores são Shimano Deore de 27 velocidades. Disponível na cor branco radiante.

OVERLAND LIMITED

Esta comfort bike topa qualquer parada, desde deslocamentos urbanos até longas viagens de cicloturismo. O trocador de marchas e o câmbio são Shimano Nexave de 18 marchas, de fácil utilização.

Vem com freios a disco hidráulicos Shimano nas duas rodas. É disponível na cor azul e tem como opcionais pára-lamas, descanso lateral e bagageiro.

COMMANDO SE

As crianças também têm sua vez na linha de bikes full-suspension da Jeep.

Esta aro 16" tem amortecedor na traseira e na dianteira, com 25mm de curso. Os pneus são próprios para o off-road.

Clique aqui e conheça o site das Bicicletas Jeep no Brasil

Leia mais: Brain - A suspensão inteligente
Lançamentos 2004 - Caloi, Specialized e Cannondale apresentam suas bikes

Jeep Grand Cherokee 2011:




"O novo Grand Cherokee apresenta-se como uma importante evolução em relação à anterior geração. A elevada linha de cintura confere-lhe um ar robusto e dinâmico, para o que também contribui as novas ópticas dianteiras, que recuperam a forma rectangular, afirmando um carácter mais agressivo, ao mesmo tempo que recupera a herança histórica do modelo. A plataforma é, também ela, uma evolução da anterior geração, com a distância entre eixos a crescer 13,4 centímetros, beneficiando o espaço interior, mas mantendo a lotação para cinco ocupantes" - fonte Autoportal, ler o resto AQUI.

Seria tempo de a Jeep pensar um pouco nos clientes europeus e aproveitando as sinergias com a FIAT, colocar no mercado europeu motores diesel de cilindrada mais baixa (por exemplo o 1.9 jtd ou o 2.2 jtd). Só assim podiamos ter o GC a preços na ordem dos €40.000.

terça-feira, junho 16, 2009

Jeep Wrangler JK Limited em Portugal:

Está para breve o lançamento do Wrangler versão Limited em Portugal.


O sucesso de vendas do Jeep Wrangler em Portugal permite ao importador acrescentar às actuais versões disponíveis (Sahara, Sport e Rubicon) a mais luxuosa de todas elas, a Limited - que acrescenta ao equipamento de série do Sport os estofos em couro e o GPS.

O preço estimado para a versão 4 portas será de €41.000,00. No caso do 2 portas deverá rondar os €31.000,00.
Entretanto, AQUI fica mais um site com muitos extras para o seu Wrangler JK.

quarta-feira, maio 20, 2009

quarta-feira, maio 06, 2009

Inauguração:


É já esta sexta, 8 de Maio, pelas 19h09, a inauguração do "Na Garagem da Vizinha" na Rua Padre António, no centro da Maia (em frente à Câmara e ao Fórum da Maia). Estão todos convidados.

terça-feira, março 24, 2009

Jeep - Perguntas dos leitores:

FF disse...
boas,fiz hoje um test drive ao Wrangler Sport e estou seriamente a pensar em adquirir.é verdade que o veiculo agora passou para classe 2 nas portagens?o consumo urbano é alguma coisa do outro mundo?tenho actualmente um dito, citadino,.. vou notar uma diferença abismal,.. ou como é a gasoleo, a diferença vai ser pouca?!obrigado.
Caro FF:
O Jeep Wrangler JK paga classe 2 de portagem, os modelos anteriores não pagavam. Aliás, veja-se a injustiça desta lei, o Porsche Cayenne paga classe 1!!! Contudo, segundo informação recolhida junto de fonte da Brisa, em face do Wrangler JK ser comercial, estão a estudar alterar para classe 1. Mas enfim...
Quanto ao consumo, ele não difere muito daquele que a marca indica. Ou seja, conte com médias entre os 10 e 11 litros aos 100km. O meu, por exemplo, consome entre 11 e 12 em cidade e anda nos 8 a 9 em auto-estrada. Por isso, faça as contas a 11 litros, mais litro menos litro. Para Jeep e para jipe, nem está nada mal e vale a pena fruto do elevado prazer de condução que retira dele.
O meu é caixa automática com pack off-road e estou super contente com ele - é o meu veículo do dia a dia e de fim-de-semana.
Para quem está a pensar comprar, aconselho a edição especial. É um pouco mais cara (cerca de €2000) mas vale bem a pena. Só os extras valem bem mais que isso. O mesmo se diga da caixa automática, bem melhor para conduzir em cidade e no monte (mais €1000).
Em qualquer dos casos, é uma excelente compra!
Cumprimentos.

sábado, fevereiro 21, 2009

José Megre


José Megre: Até Sempre.

Hoje estou de luto.
Para todos os apaixonados da aventura por montes, vales e areias, o dia 21 de Fevereiro de 2009 ficará marcado para a história como a data da morte do mais aventureiro português da última metade do séc. XX.
Quando em 1999 adquiri o meu primeiro veículo de todo terreno aconteceu algo que, confesso, já adivinhava: nascia uma das minhas grandes paixões. Não é fácil explicar. Talvez o sentimento de liberdade, de descoberta, o trilhar de caminhos solitários, possa decifrar essa paixão. Talvez. Desde miúdo que, religiosamente, acompanhava o Dakar e sonhava. Sonhava aventurar-me por esse mundo estranho, por esse vasto mar de areia do Sahara. Ao ler a revista Grande Reportagem e a prosa de Miguel Sousa Tavares, as suas histórias do deserto, nascia em mim uma fixação. Uma paixão incompatível com o pragmatismo dos meus pais. Por isso, as primeiras poupanças efectuadas fruto do meu trabalho (e do da minha mulher, faço-lhe essa justiça) foram depositadas, religiosamente, num Jeep Cherokee 2.5 TD e a aventura começava a desenhar-se.
Para todos aqueles que, como eu, amam o todo terreno, José Megre era já um mito. O trota mundos. As suas históricas aventuras, o seu Dakar de UMM, o seu Portugal de Lés a Lés, o raid ao Tibete, entre tantas e tantas outras, são inolvidáveis. Conhecido como o Pai do TT nacional, José Megre era um português excelentíssimo, uma obra rara, um mito.Por isso, quando há poucos minutos tropecei na notícia da sua morte, não evitei uma lágrima furtiva. Mesmo nunca o tendo conhecido pessoalmente, ele fazia parte da minha vida. Era um exemplo. Um modelo a seguir.
É uma perda irreparável. No meu caso, uma angústia: nunca tive o privilégio de o cumprimentar e lhe dizer aquilo que me vai na alma sempre que ouço ou leio as suas entrevistas: “Obrigado, você é o responsável pela minha paixão pelo Todo Terreno”.

Permitam-me que faça “copy-past” DESTE texto de Eurico Botas:


"Engenheiro mecânico de profissão, José Megre nasceu no dia 25 de Março de 1942 e fez dos automóveis a sua vida. José. Depois de vários anos como piloto e preparador de carros para competição, Megre dedicou-se desde 1982 ao todo o terreno como piloto, ao que se seguiu a criação e organização das maiores provas desportivas internacionais da especialidade em Portugal: Ao longo da sua vida registou participações em ralis com os Datsun 240 e 270-Z, também fez velocidade, mas foi no TT que mais se notabilizou, tendo mesmo granjeado o título de “Pai do Todo-o-Terreno Português”.Com efeito, na década de 70, José Megre teve participações no Campeonato do Mundo de ralis e esteve na origem de provas como a Baja Portalegre, em 1987, e a Baja Portugal, em 1988, evento que hoje consta do calendário como Transibérico.Ao longo da sua vida recebeu várias distinções, como a Medalha de Cruz de Guerra (Angola), o Prémio Alfredo César Torres – FPAK (Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting), Personalidade do Século XX – Confederação de Desporto por proposta da Federação Portuguesa de Todo o Terreno Turístico, Personalidade do Ano 2006 – Confederação de Desporto por proposta da FPAK, Troféu Rodas de Prata – (ACAP) Associação do Comércio Automóvel de Portugal e Prémio Autosport Volante (2003).Por tudo isto, a morte de José Megre deixa uma grande lacuna no cenário automobilístico e desportivo nacional, pelo que todo o país está de luto".

A dor é sempre grande quando vemos partir um dos nossos heróis. José Megre era um dos meus heróis.
Até Sempre "Zé" Megre.


(Foto retirada do portal TT Verde)

quinta-feira, dezembro 04, 2008

Jeep Wrangler (JK) Rubicon em Portugal:

Descendente directo do Jeep Willys MB de 1941, o Jeep Wrangler Rubicon de 2 e 4 portas está à venda em Portugal a partir deste mês. O Jeep Wrangler Rubicon assume um posicionamento exclusivo uma vez que apenas serão disponibilizadas 50 unidades na versão de 2 portas e 25 de 4 portas.
O Jeep Wrangler Rubicon, dá continuidade às versões Sport (2P) e Sahara (4P), oferecendo características como o conforto em estrada com uma maior distância entre eixos, amortecedores avançados e um habitáculo 20% mais silencioso.

A edição limitada Rubicon vem equipada com caixa de manual de 6 velocidades e com o já conhecido motor turbo diesel common rail de 2.8 CRD de 140cv e um binário de 410 Nm.Esguio, robusto e simples, alcançando uma capacidade inigualável fora de estrada, o Wrangler Rubicon mantém os valores essenciais da marca: liberdade, aventura, competência e autenticidade distinguindo-se das outras versões pelos atributos off-road. Construído para dominar os caminhos fora de estrada mais rigorosos, o Jeep Wrangler Rubicon é o culminar de mais de seis décadas de experiência em 4x4. Para o efeito, oferece uma barra estabilizadora frontal com desconexão eléctrica, que com um simples toque liberta automaticamente a barra estabilizadora frontal conferindo um maior curso de suspensão.



O modelo Jeep Wrangler Rubicon conta com o sistema de tracção às quatro rodas Rock-Trac® que oferece uma capacidade extrema de tracção em subidas e descidas inclinadas e transposição de obstáculos. Este sistema de tracção possui um rácio 4:1 nas relações baixas. Adicionalmente, um sistema de diferenciais Tru-LokTM permite bloquear o diferencial da frente e traseiro, distribuindo a potência entre as rodas incrementando assim o poder de tracção. Equipado com diferenciais Dana 44 à frente e atrás fornece um binário extra e uma maior aderência em situações de menor tracção, tais como condução sobre areia, cascalho, neve ou gelo.

A série especial Rubicon protagoniza uma experiência fora de estrada única como resultado de uma estrutura que é 100% rígida em flexão e 50% rígida em torção. As versões de 2 e 4 portas possuem ângulo de ataque igual (38,4º), ângulo de saída de 31,3º e 20,8º respectivamente e finalmente um ângulo ventral para a versão de 2 portas de 25,1º e 4 portas de 31,4º permitindo ultrapassar obstáculos de dificuldade considerável.O modelo Rubicon vem equipado ainda de série com protecções “Rock Rails” na carroçaria melhorando a rigidez e reduzir possíveis danos. Assim como, o Hard Top com a funcionalidade Freedom-Top permitindo colocar e retirar facilmente o tejadilho sobre o condutor e passageiro da frente.

À semelhança das versões Sport (2p) e Sahara (4p) o Wrangler Rubicon vem equipado com o motor turbo diesel common rail de 2,8 litros que debita 177 cv e um binário de 410 Nm, com caixa manual, valor este que é obtido entre entre as 2.000 e 2.600 rpm.Assim, segundo dados fornecidos pela marca, o Rubicon atinge uma velocidade máxima de 172 km/h e uma aceleração de 0 – 100 km/h em 11.2 segundos para a versão Pick-Up de 2 portas e de 11.7 segundos para a versão de 4 portas. No capítulo dos consumos este Jeep bebe 11,9L (2p) e 12,0L (4p) em circuito urbano, sendo os consumos extra-urbanos de 7,9L (2p) e 8,1L (4p) e os consumos mistos de 9,4L (2p) e 9,5L (4p).

P.V.P.: Jeep Wrangler 2.8 CRD MTX 2P Rubicon Pick Up – 29.000 €urosP.V.P.: Jeep Wrangler 2.8 CRD MTX 4P Rubicon Pick Up – 39.000 €uros

Fonte: SAPO Motores